Ansiedade

O que é Ansiedade?

A ansiedade é uma emoção normal ao ser humano, e surge comumente ao enfrentarmos situações estressantes. Porém, a ansiedade excessiva pode se tornar uma doença (CID 10 F41.1), como o transtorno de ansiedade generalizada, fazendo com que sintamos preocupação e medo extremo diante de situações simples da rotina.


Relação entre medo e ansiedade
A ansiedade é algo muito próximo da preocupação/perturbação. E preocupação/perturbação nada mais é do que um aspecto do medo, um temor de que as coisas não saiam como nós gostaríamos que saíssem. Entretanto, o que não pode ocorrer é um exagero de qualquer um deles.


O tempo prolongado de ansiedade (chamada ansiedade crônica) aumenta o nível de tensão e o estresse interno e pode levar ao surgimento do medo específico ou até mesmo irreal.


Ele tem a porção simpática, que tem reações de resposta ao estresse, preparando o corpo para fugir ou lutar em uma situação de perigo.


Isso ocorre com a liberação de adrenalina, que causa reações como:
•    Acelerar os batimentos cardíacos e contrair os vasos sanguíneos, para levar o sangue mais rapidamente
•    Dilatar os brônquios, para aumentar a respiração e o consumo de oxigênio
•    Diminuir a motilidade do intestino, para guardar energia para outras ações
•    Dilatar as pupilas, para melhorar a visão mesmo em pouca luz
•    Aumentar a liberação da glicose no sangue, para dar mais energia às células.


A liberação do cortisol também ocorre neste processo, o que traz alguns outros impactos ao corpo, como aumento da gordura corporal, inibição do muco da parede gástrica e trazendo fadiga ao cérebro.


Sintomas psicológicos da ansiedade
•    Constante tensão ou nervosismo
•    Sensação de que algo ruim vai acontecer
•    Problemas de concentração
•    Medo constante
•    Descontrole sobre os pensamentos, principalmente dificuldade em esquecer o objeto de tensão
•    Preocupação exagerada em comparação com a realidade
•    Problemas para dormir
•    Irritabilidade
•    Agitação dos braços e pernas.


Sintomas físicos da ansiedade
•    Dor ou aperto no peito e aumento das batidas do coração
•    Respiração ofegante ou falta de ar
•    Aumento do suor
•    Tremores nas mãos ou outras partes do corpo
•    Sensação de fraqueza ou fadiga
•    Boca seca
•    Mãos e pés frios ou suados
•    Náusea
•    Tensão muscular
•    Dor de barriga ou diarreia.


Sintomas do ataque de pânico
•    Sensação de nervosismo e pânico incontroláveis
•    Sensação de morte
•    Aumento da respiração
•    Aumento da frequência cardíaca
•    Tonturas e vertigens
•    Problemas gastrointestinais.


Relação entre ansiedade e depressão
Muitas pessoas acreditam que ansiedade e depressão são quadros opostos, eles inclusive têm sintomas muito semelhantes, como:
•    Medos
•    Insônia
•    Insegurança
•    Dificuldades de concentração
•    Irritabilidade
Um estudo, que ficou conhecido como Kendell, mostrou que diagnóstico de depressão passa para a ansiedade em 2% dos casos, enquanto os casos de ansiedade se tornam depressão em 24%.
Uma explicação para isso é que os pensamentos negativos que o ansioso têm sobre si mesmo podem ser gatilhos para a depressão.


Existem diversos tipos de distúrbios de ansiedade. Os mais comuns são:
Transtorno de ansiedade generalizada (TAG)
Síndrome do pânico
Fobia social
Fobias específicas:  Existem diversos tipos, como:
•    Claustrofobia - medo de lugares fechados
•    Aracnofobia - medo de aranhas
•    Agorafobia - medo de ficar sozinho em lugares amplos ou públicos
•    Acrofobia - medo de altura
•    Aicmofobia - medo de agulhas
•    Catsaridafobia - medo de barata
•    Coulrofobia - medo de palhaços.
Transtorno obsessivo compulsivo (TOC)
Transtorno de estresse pós-traumático
Ansiedade noturna


Fatores de risco
Algumas pessoas são mais propensas a terem distúrbios de ansiedade. Os principais fatores de risco são:
•    Eventos traumáticos na infância ou mesmo vida adulta
•    Estresse relacionado a doenças físicas sérias
•    Acúmulo de estresse
•    Tipo de personalidade, já que algumas pessoas tem uma personalidade naturalmente ansiosa, como os perfeccionistas e os controladores
•    Abuso de substâncias, como álcool, cigarro e drogas ilícitas.

*    Suicídio

 

Complicações possíveis

Pessoas ansiosas há muito tempo e sem tratamento podem ter uma série de problemas físicos como:•    Dificuldades de memória, devido à liberação excessiva de adrenalina e cortisol•    Hipertensão: também devido ao excesso de adrenalina, que ao aumento da frequência cardíaca•    Diabetes: como a ansiedade vem do instinto de fugir ou lutar•    Gastrite nervosa: a ansiedade pode causar modificações no suco gástrico, aumentando sua liberação, o que pode trazer sintomas semelhantes à gastrite•    Dores no corpo: com o impulso de fugir ou lutar, os músculos do corpo ficam mais tensos, podendo intensificar dores nas costas, pernas e ombros, além de pequenos tiques nervosos.


•    Tratamentos naturais para a ansiedade
•    Controle da jornada de trabalho: "adultos até 50 anos não devem trabalhar mais de 40 horas semanais e, acima dessa idade, é recomendado que a jornada seja reduzida para cerca de 25 horas".
•    Investir em momentos de lazer: Ter momentos que fujam do estresse, como passeios no parque, interação com animais de estimação e viagens são importantes para ter mais qualidade de vida e reduzir a ansiedade.
•    Prática de atividade física: de acordo com o psiquiatra, é preciso fazer um exercício aeróbico pelo menos três vezes da semana para que haja efeito significativo na redução da ansiedade. 
•    Dieta mais natural: Incluir alimentos mais naturais, como frutas, verduras e cereais.

 

FAZENDO O TRATAMENTO COMPLEMENTAR

< Você precisa aprender a controlar a sua RESPIRAÇÃO, o controle da respiração já te ajuda de forma significante.

 ** Vamos RESPIRAR**

 1)  Inspira pelo nariz enchendo bem os pulmões, segure o ar nos pulmões por 3 segundos

  Expira pela boca bem devagar deixando o ar sair sem assoprar, deixando os pulmões bem vazios, segure os pulmões vazios por 3 segundos. Repita por 3 vezes.

 2) Inspira pela boca contando mentalmente até 3, em seguida expire pela boca contando mentalmente até 6. Repita a sequencia por 3 vezes, quando você estiver conseguindo fazer a sequencia com facilidade vá aumentando a contagem 1 ponto na inspiração e dobrando o tempo na expiração. Exemplo Inspira 3 e expira 6 , inspira 4 e expira 8 , inspira 5 e expira 10 .....

** Vamos fazer o TAPPING**

> Primeiro Passo: Limpe as TOXINAS do seu corpo

< FRASE: ESTOU LIMPANDO TODAS AS TOXINAS DO MEU CORPO (liste tudo o que você comeu, bebeu ou inalou nas ultimas 24 horas, inclusive remédios)

< Faça o TAPPING em cada ponto enquanto vai dizendo a frase acima e pensando na lista.

< Pontos:  I -LM 

> Segundo Passo : Pense em uma situação concreta, pode ser algo que já aconteceu e que o resultado está trazendo a ansiedade agora ou algo que ainda vai acontecer, mas já traz a ansiedade agora.

 Faça o TAPPING nos pontos meridianos a seguir por + ou - 5 vezes em cada ponto enquanto repete a frase.

< FRASE: ESTOU ME LIVRANDO DE TODA ESSA ANSIEDADE

Pontos: LM – AN – AO – AA – C

 

> Terceiro Passo: Caso a ansiedade esteja te causando pânico.

Faça o TAPPING nos pontos meridianos a seguir por + ou - 5 vezes em cada ponto enquanto repete a frase.

< FRASE: ESTOU ME LIVRANDO DE TODA ESSA ANSIEDADE E  DE TODO ESSE PÂNICO

Pontos: LM – AN –IS - AO – AA – C

< Repetir toda a sequencia até se sentir bem e não sentir mais a ansiedade e nem o pânico.

>ABREVIAÇÕES DOS ALGORITMOS:

 

 

                            

> TAPPING - Batidas de leve com as pontas dos dedos nos pontos meridianos indicados.

****Obs. Todo tratamento terá um melhor resultado com a ajuda de um profissional, na pagina inicial você encontra o botão "Atendimentos", lá você encontrará tudo o que precisa para agendar seu horário com a gente, teremos um grande prazer em atendê-lo!****